A dieta low carb está em evidência atualmente. Programas na televisão, celebridades de internet, revistas… O assunto está para onde quer que você olhe. No entanto, poucos compreendem o que significa viver com pouco carboidrato.

Mais que uma dieta, o low carb deveria ser um estilo de vida. Vou explicar o porquê.

Dieta low carb e o funcionamento do organismo

Você já ouviu falar que muitas pessoas seguem dietas durante um tempo, emagrecem, e ao retomar a alimentação anterior, voltam também ao peso que tinham e até engordam mais. Isso acontece porque não existe dieta ideal, mas sim um estilo de vida ideal.

Considero muito positivo que a redução de carboidratos esteja nos holofotes, pois não existe necessidade de consumo deste. Defendo que o consumo dos carboidratos seja moderado, o que não acontece devido à facilidade que podemos ter acesso a um carboidrato em nosso cotidiano.

Gosto muito de mencionar o homem pré-histórico, já que nossos hábitos evoluíram, mas nosso organismo continua funcionando da mesma forma. Quando viva nas cavernas, o homem não tinha acesso a tantos carboidratos, que ficavam restritos a raízes, grãos e algumas frutas.

No entanto, atualmente, a alimentação à qual mais estamos acostumados é repleta de carboidratos. Quantas vezes por dia você consome pães, biscoitos, bolos e outros tipos de farinha? Com certeza no mínimo duas ou três vezes.

Por essa razão, deixar de consumir os carboidratos não é apenas vantajoso para o emagrecimento, mas sim para a qualidade de vida como um todo. Ao retirar os carboidratos, a tendência é que a pessoa inclua mais comida de verdade em sua rotina.

Então, comer carboidratos é desnecessário?

De forma geral, a resposta para essa pergunta é sim. A energia que vem desse tipo de alimento vem também, e em melhor qualidade, das gorduras e das proteínas. Não quer dizer que seja proibido, mas quanto menos carboidratos, melhor.

Também não significa que você deve se alimentar somente com frutas o dia todo. Uma alimentação balanceada, baseada na dieta low carb, envolve o consumo equilibrado de gorduras de boa qualidade e de proteínas, que são os macronutrientes essenciais para a vida.

Ao retirar o carboidrato da sua dieta, você automaticamente exclui muitas opções de alimentos refinados, industrializados e processados. Portanto, também deixa de consumir muitos açúcares. A consequência disso, além do emagrecimento, é melhorar a resistência à insulina, reduz as chances de desenvolver diabetes e de câncer.

Eu recomendo que você faça as mudanças necessárias para a sua alimentação consultando um médico ou nutricionista. Ao diminuir os carboidratos, seu corpo primeiro utiliza toda a gordura já armazenada e, em seguida, passa a ser movido pela energia vinda de proteínas e gorduras. Essa energia proporciona muito mais disposição, menos estresse e melhor qualidade do sono.

Espero que meu artigo tenha ajudado você a entender por que a dieta low carb não serve apenas para emagrecer, mas sim para a saúde em geral. É muito bom tê-lo aqui, acompanhando meus conteúdos. Este é um sinal de que você está atento a uma vida repleta de bons hábitos.