O jejum intermitente é atualmente uma das tendências de saúde e atrai muitas pessoas da área fitness, devido aos benefícios que ele pode trazer. As pessoas se utilizam desta técnica para perder peso, melhorar a saúde e simplificar o seu estilo de vida saudável.
Muitos estudos indicam que o jejum pode ter efeitos poderosos sobre seu corpo e cérebro, e pode até mesmo ajudar viver mais e com mais qualidade de vida.

Jejum Intermitente

O jejum intermitente (JI) é um termo usada para nomear um padrão alimentar que se alterna entre períodos de jejum e alimentação.
Os métodos de jejum intermitentes comuns envolvem jejuns diários de 16 horas, ou jejum por 24 horas, duas vezes por semana .
Muitos ainda temem jejuar, mas essa técnica é na verdade bastante natural.
Basta pensar, os seres humanos fizeram jejum durante a evolução. Às vezes era feito por falta de comida, por questões religiosas, como o Islamismo, o Cristianismo e o Budismo.
Quando você reflete sobre o assunto, entende que nossos antepassados não tinham supermercados, geladeiras ou alimentos disponíveis durante todo o ano.
Às vezes eles não conseguiam encontrar nada para comer, e nossos corpos evoluíram para poder funcionar sem comida por longos períodos de tempo. Ou seja, jejum soa bem mais natural do que comer de 3 em 3 horas.
Nós já fazemos jejum durante o sono. Então, o jejum intermitente pode ser tão simples quanto prolongar esse jejum um pouco mais.
Você pode fazer isso pulando o café da manhã, comendo sua primeira refeição ao meio-dia e sua última refeição às 20:00.
Fazendo isso, você faz jejum por 16 horas todos os dias e restringe a sua alimentação a uma janela alimentar de 8 horas (período do dia em que você pode comer).
Esta é a forma mais popular e simples de jejum intermitente, conhecido como o método 16/8.
Nenhum alimento é permitido durante o período de jejum, mas você pode beber água, café, chá e outras bebidas naturais não calóricas (sem adicionar açúcar ou adoçantes, é claro).

Como Funciona O Jejum Intermitente?

Todos os tipos de processos no nosso organismo mudam quando não comemos por um tempo, para ajudar o corpo no funcionamento dos órgãos e regeneração dele.
Esse processo tem a ver com os hormônios, genes e importantes processos de reparação celular.
Ao jejuar, os nossos níveis de açúcar no sangue caem significativamente e com isso a insulina também cai. Há ainda o aumento na quantidade do Hormônio do Crescimento (HGH).
Muitas pessoas fazem jejum intermitente para perder peso, pois é uma maneira muito simples e eficaz de restringir calorias e queimar gordura.
Algumas pesquisas também sugerem que o jejum intermitente pode ajudar a proteger contra doenças, incluindo doenças cardíacas.
Em resumo, o jejum intermitente é eficaz e torna a sua vida mais simples, ao mesmo tempo em que melhora a sua saúde.
Afinal, quanto menos refeições você precisa planejar, mais simples será a sua rotina. Não ter que comer de 3 a quatro vezes (ou mais) por dia também economiza tempo.
Mas não se esqueça que para ter efeitos positivos, você deve se alimentar corretamente durante as janelas alimentares.
Prefira sempre alimentos de verdade, como carnes, frutas e verduras. Esqueça de vez os alimentos industrializados, açucarados e processados.
Por último, pessoas com problema de saúde, ou que sentem dificuldade em jejuar devem sempre procurar orientação médica antes de iniciar a prática.
Esse é o momento de transformar a sua saúde de forma efetiva! Eu trago a revolução da saúde, um projeto que pretende mudar a cara da alimentação e da saúde no Brasil!